logo
 
?

в контакте в казино

Se, há alguns anos, a computação em nuvem era vista como uma grande novidade para as empresas, hoje em dia ela se consolidou não somente como uma tendência, mas como um movimento natural para todos os tipos de companhia.

Um estudo realizado pela Intel mostrou que a migração para a nuvem deve alcançar cerca de 94% das organizações globais até 2020.

Responsável por quase 50% da produção e do consumo de tecnologia na América Latina, segundo a IDC, o Brasil é um mercado com alto potencial de crescimento na adoção desse tipo de tecnologia.

Simplificando, a computação em nuvem é a entrega de serviços de computação – servidores, armazenamento, bancos de dados, rede, software, análise, inteligência e muito mais – pela internet para oferecer inovação mais rápida, recursos flexíveis e economia de escala.

Normalmente, você paga apenas pelos serviços de nuvem utilizados, ajudando a reduzir seus custos operacionais, executar sua infraestrutura com mais eficiência e dimensionar conforme a mudança de necessidades de negócio.

A Play One, proprietária do Grupo Playcenter, hospedava todo o seu sistema em servidores on-premises e tinha uma alta demanda com suporte, com pouco tempo de sobra para o desenvolvimento de novas soluções.

Além da preocupação em lidar com eventualidades que tirassem os servidores do ar, também faltava rapidez e maior integração no trabalho das equipes espalhadas pelos diversos parques da empresa.

Com a adoção do Azure – a nuvem da Microsoft -, a Play One conseguiu otimizar seus processos de CRM e modernizar a sua infraestrutura.

Confira abaixo mais detalhes desse caso de sucesso: Mas qual é exatamente o melhor momento para fazer a migração da sua empresa e começar a tirar proveito de todos esses benefícios?

Para saber quando tomar essa decisão, os gestores devem estar atentos às necessidades da companhia e, ao mesmo tempo, fazer a avaliação do custo-benefício desse movimento para os seus negócios.

Se a sua empresa apresenta todos ou alguns desses indicadores, está na hora de avaliar os principais custos e benefícios da migração para a computação em nuvem.

Como essa é uma grande mudança na forma tradicional que as empresas pensam em recursos de TI, separamos motivos comuns pelos quais as organizações têm adotado esses serviços. Economia A computação em nuvem elimina o gasto capital de compra de , assim como a instalação e execução de datacenters locais.